SSP brilham no live no kubico

SSP LIVE NO KUBICO

Os SSP brilharam no live no kubico organizado e exibido pela Tpa e a Platina Line na tarde de domingo 27 de Setembro. Um show de angariação de bens a favor do Centro Neurocirúrgico de tratamento a Hidrocefalia

Donos de uma carreira de êxitos até então pouco vista em Angola, que levam os fãs a reviverem emoções dos anos 90. Os SSP provaram ter espaço na memória e no coração dos angolanos 29 anos depois da sua criação.

Bem vestidos ou seu estilo habitual, o quarteto vestiu Adidas, acto que representa força e majestade tragas à cultura hip hop pelos RUN DMC.

Por outro lado valorizando a arte de um jovem empreendedor, usaram camisolas brancas grafitadas pelo Sky.

Acompanhados por B.Boys, Jay Lorenzo, Ana e Jussy nos coros, o show começou com a energia do tema “Os Reis da Noite” do álbum Odisseia.

SSP LIVE NO KUBICO

Ainda do “Odisseia”, Paul G destacou-se pela sua habilidade ragga no tema Etu Mwangola, música que trás um esquema de dança bastante conhecido pelos fãs.

Jeff Brown e Kudy matam saudades dos Palcos

Seguiram-se “amiga” e “punidores da fofoca” músicas que revelaram que de igual modo os fãs tinham saudades da mestria de Jeff Brown, o rapper também carregava uma enorme vontade de subir aos palcos.

As músicas “Eu te confesso”, “luta pelo teu amor” e “miúda” antecederam a entrada de HeavyC, convidado a fazer o verso de BossAc em EveryWoman.

Como sempre acontece nos show dos SSP, Jeff Brown brinda os fãs com um freestyle, desta vez o tema foi o corona vírus, uma oração e mensagem de que dias melhores virão.

Aos nossos olhos o Kudy esteve bem como nos shows anteriores, mas se for a levar em conta as reações nas redes sociais, o rappers esteve “bem doce” ou seja bem melhor.

LEIA TAMBÉM:  PRODÍGIO REBENTOU COM A INDEPENDÊNCIA
SSP LIVE NO KUBICO

Visiveismente emocionados Big Nelo lembrou que a idade não perdoa portanto esquecer letras ou não conseguirem fazer alguns passos de dança é natural. Por este motivo nenhum deles conseguiu cantar a música “sempre que o amor me quiser” ficando pelo fantástico coro na Ana.

Para além de lembrarem histórias engraçadas do seu percurso, igualmente mandarem “props” aos contemporâneos da velha escola na lusófonia acima de tudo os SSP no Live no Kubico conseguiram a proeza de entreter os fãs ao longo de três horas e vinte minutos numa viagem musical aos 5 álbuns do grupo.

Não faria sentido terminar esse texto sem referir o “adoço” do guitarrista, bem como a participação do Biura interpretando o Puto Chico na música não vale a pena e o facto de que o grupo conseguiu angariar valores altos de doações para o Centro Neurocirúrgico de tratamento a Hidrocefalia.

Táctica Lirica bis bis

Tidos como românticos, “Táctica Lírica” garantiu a aceitação dos SSP como grupo de rap pelos radicais do movimento hiphop angolano nas décadas 90 e 2000.

Por ser um tema difícil e por ter caído na graça dos fãs a sua boa interpretação é sagrada e o grupo desapontou no show de 2019 em Luanda e a reação dos admiradores refletiu isso.

Desta vez e a pedido de várias famílias o grupo compensou com um bis da música e conseguiram convencer.

vejam o video do show abaixo:

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

%d bloggers like this: