Hip Hop Angola | Hip Hop Moçambique

Serviços: Design Gráfico | Motion Design | Jornalismo Cultural (Hip Hop) | Publicidade contacto: [email protected]

KID MC – PERMANÊNCIA (VIDEO+MP3)

Permanência é a primeira faixa promocional do KID MC para o álbum “Dois Lados da Mesma Moeda”, a ser lançado em breve pela MADTAPES, veja o video e faça DOWNLOAD da música

KID MC O MELHOR RAPPER DO ANO

Já todos os blogs felicitaram a Madtapes e em particular ao Kid Mc pelo terceiro lugar do Top dos Mais Queridos da Rádio Nacional de Angola, já não é novidade, mas é uma alegria ao qual partilhamos todos, dai o merecido reconhecimento deste blog ao KID MC como o melhor rapper do ano.
Top dos Mais Queridos é o mais credível e importante TOP em Angola, é organizado pela Radio Nacional de Angola e é a primeira vez que um artista como KID MC chega ao terceiro lugar, um rapper com conceitos under/revolucionário e que pertence ao uma Label independente, sem patrocínios e de sustento próprio, trabalham em estúdios caseiros, como é o caso do Estúdio do Bony.
Parabéns a Madtapes e todo o seu colectivo, é sem duvidas uma vitoria para o hip hop angolano

VALETE, SHAGGY E KID MC COMPÕEM O NOVO ELENCO DO LUANDA BLUE FEST

LUANDA BLUE FEST MUDA E AUMENTA O CARTAZ
Luanda, 04 de Maio de 2011 – É já no próximo dia 21 de Maio que o maior festival de música alguma vez realizado em Angola terá lugar e as mudanças de última hora no cartaz do Luanda Blue Fest vão certamente contribuir para encher o mítico Estádio dos Coqueiros em Luanda porque aumentam o número e a qualidade dos artistas em palco.
A Blue, líder do mercado de refrigerantes de sumo de fruta e patrocinadora do festival, informa que por razões alheias à sua vontade, fez algumas alterações no seu programa.
Desta feita, o rapper Snoop Dogg não fará parte do cartaz, tendo pedido desculpas ao povo angolano através de uma mensagem enviada à organização. O rapper americano vai ser substituído pelo Jamaicano Shaggy, um artista de renome.
Para tornar o evento bem mais bombástico, foi igualmente acrescentado o rapper Português Valete e o incorrigível Angolano KID MC, sendo que os demais nomes que compõe o cartaz, nomeadamente, Cabo Snoop, Puto Português, Buraka Som Sistema e Dj Malvado mantêm-se.
Ao todo são 7 estrelas que correspondem aos 7 anos de sucesso da marca Blue em Angola. O festival começa no dia 21 de Maio por volta das 1700 horas com o Cabo Snoop, seguido do Buraka Som Sistema, Kid MC, Valete, Puto Português e termina perto da meia-noite com o Shaggy.
O DJ Malvado irá actuar no início e nos intervalos de cada concerto.
O objectivo principal do evento é encher o mítico estádio com 20.000 fãs de música e de Blue. A Organização lamenta no entanto o sucedido, mas promete brindar os seus fiéis consumidores de momentos inesquecíveis durante o show.
Só uma Superbrand como a Blue é capaz de angariar um elenco de luxo num único evento para ser partilhado com um público tão vasto. “A Blue é de confiança e não desaponta o seu público, razão pela qual reforçamos os artistas convidados para este evento”, considera o director de Marketing da Refriango, João Sampaio.
Dezenas de camiões irão encher o Estádio dos Coqueiros com toneladas de material de som, luz, instrumentos e refrigerantes Blue, para garantir que o 1º Luanda Blue Fest será um espectáculo bombástico.
Cerca de 300 agentes de polícia e centenas de seguranças irão estar presentes no local para garantir a ordem pública durante o evento. Haverá ainda um balão de ar gigante no estádio estampado com a marca Blue.
Para aquelas pessoas que já adquiriram o ingresso, estes continuam válidos, sendo que para os que quiserem reembolso, os mesmos serão efectuados nos locais em que adquiriram.
A organização disponibilizou cerca de 20.000 bilhetes nos locais de venda habituais em Luanda e em vários pontos do país. O estádio terá ainda uma zona VIP para cerca de 1.000 pessoas.
A Blue é a maior marca de refrigerantes de sumo de fruta de Angola e é a jóia da coroa da Refriango, que conta com 2.200 colaboradores e a maior fábrica de bebidas em Angola.
Vem. Participa. Faz a festa com a nossa Blue para que o Estádio dos Coqueiros fique cheio de emoção, energia e boa disposição. O Luanda Blue Fest será uma grande festa na tradição do que a Blue tem habituado os angolanos
Luanda Blue Fest, a vida é uma festa!

MAIS FOTOS DO SHOW DO KID MC

OS UPLOADS NÃO VÃO PARAR
A internet que estamos a usar é bastante lenta pelo que estaremos em processo continuo de actualização, ai vão mais fotos

PAI GRANDE o poéta MC Tó com Kid Mc Phathar Mak dropando Mc K

KID MC enterra difinitivamente 2009.


Minutos antes de entrar em palco, uma pequena oração

2009 a festa do hip hop (underground) em Angola foi bastante animada, depois da proclamação da indepência no show do Kool Klever em Outubro, a Madtapes enterrou com pés firmes todo tipo de dependência, está bem provado que o underground está vivo e bem vivo.

Focando para o show que uniu Portugal, Angola e Moçambique, todos puderam presenciar a um verdadeiro show de rap, um rap sem bla bla blas e timidez, várias foram as fases do show e não convém destacar só o Azagaia ou o San the Kid, é inevitável reportar o show de Kid MC sem falar da “fervorosidade” de Extremo Signo, Lil Jorge, e MC K este mano que com o seu estilo inconfundível provou que não precisa que Casa Blanca o chame, para o seu som bater no Bié, já agora PAI GRANDE escreve-se com letras maiúsculas até agora não parei de bater as palmas, a nossa Eva é mais zangada não comeu a maça pitou o mic, muitos filhos já não respeitam os pais, andam rebeldes por isso Phathar Mak dropou o “meu rap” e ensinou bons princípios com o tema “A amizade”.

Quando eu dizer AZA vocês dizem GAIA, AZA – GAIA, depois de um intro com “barras” serias, assim entrou em palco AZAGAIA o homem que tem os testículos no lugar e metade destes politicos deveriam emprestar, este mano atropelou o Karl Marxs, confesso que imaginei-o a cantar músicas calmas e tal, nada disso, vestido a militar como um bom combatente, disparou a queima roupa sem medo, até os mais “unders” tremeram, o povo estava excitado e mostraram que Azagaia é popular em Angola. Azagaia convenceu, atirou-se ao público, e com eles fez a festa, mais não foi este o maior momento da performance de Azagaia, vedou os olhos para um momento de bastante concentração e com todo o profissionalismo fruto de uma longa estrada dropou bem. Enquanto cantava muitos manos ficavam preocupados com a sua frontalidade ao abordar assuntos socio-politicos, tema este que muitos assumem-se como surdos e mudos, “Ou me matam ou que…” foi o que faltou ser dito. Propositadamente esqueci-me de falar do braço direito do Azagaia, em palco mano CFK, este nosso jovem que completa este ano 18 anos, e que tem vindo a fazer transpirar muitos “kotas”, com o seu rap de alto nivel, seu merito tem vindo a ser reconhecido por nomes bem pronunciados do rap lusofono, tais como Valete que também teve o prazer de partilhar o palco com este jovem no Show do Kool Klever e mais recentemente o mano Azagaia.

Muitos dias passaram depois do show e já estamos todos calmos e com toda a honestidade não havia motivos para tanto medo, afinal é o exercicio da democracia, embora que Angola não esta ainda preparada para um outro conceito de democracia, AZAGAIA virou heroi do povo, mas na verdade ele não falou mal de ninguem, quer dizer não pronunciou nomes de dirigentes e de partidos como deu-se a entender e fala-se nas ruas de Luanda, o povo sim exteriorizou o que o vinha no intimo, ainda sim preocauções devidas foram tomadas visando a segurança do nosso irmão moçambicano, que como um toque de magia, sumiu, alguem desapareceu com o mano “Gaia”, qual hotel qual que? enganou-se quem o procurou lá.

Pelo relato até parece que o show terminou ai, mais não, San the Kid não fez rimas de um, dois, três, quatro, cinco, seis, a sua majestade não foi posta em dúvidas, alias Rei que é Rei não “maia”. San the Kid continua o rei das rimas, embora ter sentido-se que a sua actuação não foi bem entendida, pois o recinto estava maioritariamente preenchido pelos fãs de um rap underground ao português falado em África, linguagem esta que carrega um pouco na nossa realidade africana. Mas isso não matou o show em nenhum momento, afinal o movimento hip hop em Angola é bem diversificado, la estavam os fãs de San the Kid a cantar e a vibrar com ele.

Falamos dos convidados no princípio, é chegado o momento de KID MC o homem da noite, poderiamos fazer uma frase bonita assim como no título “Kid Mc enterra difinitivamente 2009”, mais não estariamos a ser sinceros, o show foi encerrado com o famoso beef “Velório” e quem já viu um velório sem uma “pá” pra enterrar difinitivamente o difunto? Assim Kid Mc enterrou DJI TAFINHA no fim do seu show, um e-mail chegou-nos com o seguinte comentário “DJI TAFINHA é da Army, e na Army se ressuscita”, não tarda tal como o renascimento do tubarão, DJI TAFINHA vai aparecer com o “renascimento do relatório”. Parece-nos engraçado, mas hip hop é isso, esta tendência de uns bifarem os outros é bem normal, apesar de que neste momento gostaria de lembrar que o beef em Angola ficou provado que não é saudavel, se calhar seria melhor se nos dedicassemos a escrever coisas com outro conteúdos.

Assim ficou para trás mais um ano na historia do hip hop angolano, bem vindo hip hop moçambicano ao nosso convivio, MADTAPES parabéns pelo êxito desde show e esperamos que este ano juntos a malta consiga levar o hip hop a outro nivel.

Joe e Azagaia no avião, regressando a casa depois de um grande show

Azagaia e Joe saindo do avião, já em Maputo

KID MC RESPONDE DJI TAFINHA com VELORIO

Dji Tafinha recentemente em entrevista ao Eclectico FM admitiu ter recebido em sua casa Kid Mc e lá falaram sobre o beef do momento “o relatório”, ficamos a saber que a intenção de Kid Mc era a paz, não quiz nem tencionava levar adiante o beef justificando esse facto a harmonia entre os artistas.
Pelo que se entendeu a entrevista de Dji Tafinha no programa, estava agendado um frente a frente com KID MC com o intuito de celar a paz, mais infelizmente e por motivos justificados Kid Mc não pode ficar até ao fim do programa.
Rolaram bocas pela internet que no lançamento da mixtape de Kid Mc seria distribuido gratuitamente a resposta de Kid Mc, mas afinal era apenas um boato, o que não foi boato foi o relatorio II um segundo ataque de de Dji Tafinha para KID MC.
Embora todos gostarem de ouvir beefs, mas as reações em relação ao relatório II provaram ao contrário, pelo menos a actuação de DJI TAFINHA no espaço Bahia deixou bem claro o ponto de vista do público “ninguem gostou ver o Tafinha mais uma vez a disparar pro Kid”.
De certeza que esta actitude fez com que Kid MC mudasse de opinião e resolveu responder o beef de Dji Tafinha.
Para quem não acompanhou este beef do principio ai vai desde os relatórios ao velório.
DOWNLOAD TRACKS
DJI TAFINHA – O relatório – DOWNLOAD
KID MC – O VELORIODOWNLOAD

Elinga Teatro recebe Breves considerações de KID MC



Mais uma vez a Mad Tapes mostrou que o hip hop em Angola está vivo, vamos aplaudir o lançamento da mixtape do Kid Mc não só como mais um disco de rap para as ruas, mais pela valorização e empenho da MadTapes, que não escolheu nem o Atlantico nem 1º de Maio, mas sim o Elinga Teatro, local a que muitos chamam de “casa do rap conciente ou underground” se preferirem.
Como cheirinho ai vai a Combinação mortifera, uma track que traz Azagaia e Izlo H a Angola, (dado curioso, segundo o C.E.O da MadTapes, Samurai afirma que esta é a musica que a maioria dos blogger’s pediram autorização pra divulgar, como é o caso do Luso hip hop)
KID MC – COMBINAÇÃO MORTIFERA feat Azagaia e Izlo H – DOWNLOAD